Guia Ação Política e Juventude

A experiência do projeto de formação desenvolvido pela Aracati – Caminhos e Trilhas – resultou na elaboração do Guia Ação Política e Juventude. A publicação tem como objetivo oferecer aos interessados informações introdutórias sobre ação política, com foco na área de Juventude. Para facilitar a consulta, o guia foi dividido em duas partes. A primeira contém informações básicas para a compreensão do cenário da Juventude e da estrutura do Estado brasileiro. A segunda une explicações sobre o conceito de Advocacy ou Ação Política a uma proposta de exercício prático para as organizações e movimentos sociais. O leitor ainda encontrará, entre os capítulos, entrevistas e cases de iniciativas que ilustram os conceitos abordados.

 

 

 

{ Faça o download }

:: Guia Ação Política e Juventude – Caminhos e Desafios (arquivo em PDF)
:: Guia Ação Política e Juventude – Caminhos e Desafios (leia no Issuu)
:: Quebra Cabeça da Ação Política – Ágere Cooperação em Advocacy e Aracati (tamanho real impresso 1m x 1,5m)

 

{ Veja também }

Entrevistas adicionais

:: Instituto Aliança: A sistematização presente em todo o processo
:: Instituto Alana: Pelo fim da publicidade para crianças

 

{ Os autores }

Iradj Roberto Eghrari. Engenheiro eletrônico pela PUC/RJ e mestre em engenharia eletrônica pela PUC/RJ (1982); bacharel em administração de empresas pela PUC/RJ (1979). Secretário Nacional de Ações com a Sociedade e o Governo da Comunidade Baháí do Brasil; gerente-executivo da ONG Ágere Cooperação em Advocacy. Líder parceiro Avina. Membro do Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos, órgão da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; Membro do Conselho Deliberativo da Transparência Brasil.

Luíza Helena Almeida. Cientista política pela Universidade de Brasília e mestre em ciências sociais pelo Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas (CEPPAC/UnB). Assessora Parlamentar na Ágere – Cooperação em Advocacy, participa do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e da Rede Nacional Primeira Infância.

Rebeca Ribas. Psicóloga, formada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA); Especialista em Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Mestranda em Desenvolvimento e Gestão Social pela UFBA. Atuou como educadora e coordenadora de projetos em diversas organizações não governamentais, sendo a última experiência no Instituto Aliança, à frente da Área de Participação Social e Política. Foi vice-presidente do Conselho Nacional de Juventude e do Conselho Estadual de Juventude da Bahia e é sócia-gerente da Biruta, empresa através da qual presta consultoria a institutos, Ongs e fundações no campo da gestão social.

Rogério Grof. Graduado em Gestão Pública pela Fatec. Formado em políticas públicas e formação de governantes pela Escola de Governo de São Paulo. Atualmente exerce o cargo de Diretor de Relações Institucionais do SIMPI- Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo/ASSIMPI- Associação Nacional dos SIMPI e também atua como professor colaborador e membro do conselho pedagógico da Escola de Governo de São Paulo, entidade conveniada com a Universidade de São Paulo.

Victor Vicente Barau. Advogado formado pela Universidade Mackenzie, Especialistas em Tributos Diretos pela Associação Brasileira de Estudos Tributários e mestrando em Filosofia do Direito no Curso de Pós-Graduação stricto sensu de Direito Político e Economico da Universidade Mackenzie. Atuou como advogado e consultor em diversos escritórios de advocacia bem como em organizações não governamentais com foco em terceiro setor, tributário, contencioso cível, empresarial e administrativo. Além disso atuou como assessor parlamentar e como consultor no desenvolvimento de ações e projetos em advocacy relacionados à políticas públicas, representando interesses junto ao Poder Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como em instâncias de Democracia Participativa tais como Fóruns, Conselhos, Audiências Públicas e Conferências . Atualmente é sócio do escritório Tesini e Barau Sociedade de Advogados, bem como é Diretor da Escola de Governo e membro colaborador do Colegiado de Apoio da Rede Nossa São Paulo.

{ A Jornalista }

Cinthia Sento Sé. Jornalista, pós-graduada em Gestão da Comunicação pela Universidade de São Paulo e mestranda em Desenvolvimento e Gestão Social pela Universidade Federal da Bahia. Começou sua carreira em Salvador, como repórter do jornal A Tarde. Em 2002, migrou para São Paulo, onde trabalhou como educadora da Associação Cidade Escola Aprendiz e foi Gerente de Articulação do GIFE – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas. Em 2009, assumiu interinamente o cargo de Communication Specialist no Escritório Zonal do Unicef em São Paulo. Passou o primeiro semestre de 2010 viajando por países do Sudeste Asiástico e Europa. Entre outras coisas, atuou como voluntária em um projeto de empoderamento de mulheres na Índia e em uma fazenda orgânica na Tailândia, além de ter sido aluna do curso “Creativity and Social Innovation” do Schumacher College, no Reino Unido. Registrou sua experiência no blog http://www.aldeias.blog.br. Atualmente, atua como consultora e é responsável pela área de Comunicação do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa.

{ Organização }

Fabiana Kuriki. Publicitária, pós-graduada em Administração com MBA em Gestão e Empreendedorismo Social pela FIA / Universidade de São Paulo. Começou sua carreira como educadora em um projeto social para jovens em liberdade assistida e foi fundadora da Aracati – Agência de Mobilização Social. Passou por diferentes experiências profissionais entre elas o Projeto Arrastão (SP), Criança Segura e Atletas pelo Brasil. Atualmente mora na Suíça e atua como consultora para institutos privados e fundações empresariais.

{ Colaboração }

Fábio Munhoz. Mestre em Ciências da Comunicação, pela ECA USP, onde também fez sua graduação em Comunicação Social e é colaborador do Centro de Pesquisa Atopos. É co-autor dos projetos Áreas Vírus, Laje Acadêmica e WEBTV Cidade Tiradentes. Trabalhou com o Pontão de Cultura Frutos do Brasil – Juventude em Debate, projeto da Aracati – Agência de Mobilização Social e também atuou como gestor de arranjos educativos culturais da Associação Cidade Escola Aprendiz. É professor na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação – FAPCOM.